Congregação de Santa Cruz

Artigos › 27/11/2021

O Domingo: 1º Domingo do Advento

Leitura do Livro do Profeta Isaías 60, 1-6

‘Eis que virão dias, diz o Senhor,
em que farei cumprir a promessa de bens futuros
para a casa de Israel e para a casa de Judá.
Naqueles dias, naquele tempo,
farei brotar de Davi a semente da justiça,
que fará valer a lei e a justiça na terra.
Naqueles dias, Judá será salvo
e Jerusalém terá uma população confiante;
este é o nome que servirá para designá-la:
‘O Senhor é a nossa Justiça’.’
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 24,4bc-5ab.8-9.1014 (R.1b)

R. Senhor meu Deus, a vós elevo a minha alma!

4Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos,*
e fazei-me conhecer a vossa estrada!
5Vossa verdade me oriente e me conduza,
porque sois o Deus da minha salvação! R.

8O Senhor é piedade e retidão,*
e reconduz ao bom caminho os pecadores.
9Ele dirige os humildes na justiça,*
e aos pobres ele ensina o seu caminho. R.

10Verdade e amor são os caminhos do Senhor*
para quem guarda sua Aliança e seus preceitos.
14O Senhor se torna íntimo aos que o temem
e lhes dá a conhecer sua Aliança. R.

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 3,12-4,2

Irmãos:
Senhor vos conceda que o amor entre vós e para com
todos aumente e transborde sempre mais,
a exemplo do amor que temos por vós.
Que assim ele confirme os vossos corações
numa santidade sem defeito aos olhos de Deus, nosso
Pai, no dia da vinda de nosso Senhor Jesus,
com todos os seus santos.
Enfim, meus irmãos, eis o que vos pedimos
e exortamos no Senhor Jesus:
Aprendestes de nós como deveis viver para agradar a
Deus, e já estais vivendo assim.
Fazei progressos ainda maiores!
Conheceis, de fato, as instruções
que temos dado em nome do Senhor Jesus.
Palavra do Senhor

Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 21,25-28.34-36

Naquele tempo disse Jesus a seus discípulos:
Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas.
Na terra, as nações ficaróo angustiadas,
com pavor do barulho do mar e das ondas.
Os homens vão desmaiar de medo,
só em pensar no que vai acontecer ao mundo,
porque as forças do céu serão abaladas.
Então eles verão o Filho do Homem,
vindo numa nuvem com grande poder e glória.
Quando estas coisas começarem a acontecer,
levantai-vos e erguei a cabeça,
porque a vossa libertação está próxima.
Tomai cuidado para que vossos corações
não fiquem insensíveis por causa da gula,
da embriaguez e das preocupações da vida,
e esse dia não caia de repente sobre vós;
pois esse dia cairá como uma armadilha
sobre todos os habitantes de toda a terra.
Portanto, ficai atentos e orai a todo momento,
a fim de terdes força
para escapar de tudo o que deve acontecer
e para ficardes em pé diante do Filho do Homem.
Palavra da Salvação.

 

Reflexão

Deus, por meio do profeta Jeremias anuncia a aquisição de uma semente muito especial para o crescimento da humanidade, e o nome que servirá para designá-la é muito bonito! A semente vem de Deus e seu nome é “O Senhor é nossa justiça”. Esta semente, uma vez plantada, fará brotar justiça e paz. Pelo Salmo desta liturgia, pedimos a Deus que nos conduza no caminho da retidão, pois andamos em estradas tortuosas. Ele nos conduzirá pelo caminho da Verdade, Justiça e amor para que não andemos mais na contramão da salvação.

O tempo do Advento tem uma dimensão passada e outra futura, além disso, podemos compreendê-lo ainda em dois sentidos. O primeiro é de que é um tempo para se comemorar e contemplar a chegada de Jesus Salvador desde seu Natal e depois reviver a adoração dos magos, a fuga da Sagrada Família para o Egito e, finalmente, o retorno de Maria à Nazaré com José e o menino Jesus de quatro anos de idade. Trata-se do início da vida histórica de Jesus.

No segundo sentido, o advento também é tempo de contemplação da dimensão celeste, isto é, de alimentar a esperança da volta gloriosa do Senhor no final dos tempos, segundo a Sua promessa antes de partir do nosso mundo. No final dos tempos, Jesus virá na sua Glória: “Os homens verão o Filho do Homem, vindo numa nuvem com grande poder e glória”. Jesus usando a expressão “Filho do Homem” faz referência ao profeta Daniel, lido na liturgia de Cristo Rei: “o Seu poder é um poder eterno e seu Reino nunca acabará”. Quando Ele chegar, é para as pessoas ficarem em pé, em postura de atenção!

Antes da sua chegada, poderão acontecer coisas apavorantes no céu, na terra, no mar e entre as nações. Todavia, haverá um final feliz para todos os que acreditam na verdade e na justiça e para todos os semeadores do amor, pois o Projeto de Deus não pode fracassar. A realização do Reino de Deus acontecerá custe o que custar! Quanto aos violentos, mentirosos, falsos, desonestos, aproveitadores e acomodados, para eles a vinda de Jesus glorioso será o fracasso, pois eles estão na contramão.

Jesus fala: “Levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima!” (Lc21, 28). Que tipo de libertação é essa? Hoje em dia, precisamos ser livres do quê? Dos vícios, maus hábitos e todo tipo de dependência; das más inclinações, como gula, mentira, fofoca; do medo, pessimismo e falta de sensibilidade; do individualismo, egoísmo e dureza de coração; da inveja e do ciúme, da vingança, violência e matança; do racismo e do ódio; das injustiças, desonestidades; mentiras e das “Fake News”; das desigualdades, preconceitos e autoritarismos. É como Jesus disse: “Tomais cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis” (Lc21, 35). Os insensíveis não se importam com a sorte dos outros!

O Advento é tempo de faxina e conversão, tempo de oração e da leitura orante da Bíblia; de carinho especial para crianças e idosos, para reconciliação com familiares e vizinhos; tempo de caridade, de ajuda aos pobres e gestantes sem amparo.

Portanto, “Vigiem, rezando em todo momento, a fim de terem forças para escapar de tudo o que deve acontecer e para ficar de pé diante do Filho do Homem” (Lc21, 36). A novena de Natal sempre opera na vida das pessoas uma transformação nos corações. A novena de Natal é como se fosse um “amaciante” para corações rebeldes e duros, é uma boa dose de remédio para pessoas solitárias e que estão de mal com a vida. A novena de Natal leva sempre para gestos concretos de amor e paz. Que o Advento seja a ocasião de uma boa faxina para muitos e de alegria para todos!


 Pe. Lourenço, CSC

 
 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.